Brasileirão Campo Acima Cultura Destaque Dinheiro Economia Entretenimento Esporte no Mundo Esportes Estado Futebol Futebol Capixaba Geral Interior Itaipava Itapemirim Norte Capixaba Segurança Sem categoria Sul Capixaba Vila de Itapemirim Vitória-ES

Atlético Itapemirim vence o Real Noroeste e avança à decisão da Copa ES 2018

Galo da Vila sai atrás do marcador, mas reage no fim e segue na luta pelo bicampeonato.

Warlei, atacante do Atlético-ES comemora gol da virada (Foto: Marcos Kito)

Campeão de forma inédita, no passado, o Atlético Itapemirim chega novamente à decisão da Copa Espírito Santo, em 2018. No jogo de volta das semifinais, realizado na tarde deste sábado, no estádio José Olívio Soares, o Galo da Vila levou um susto quando o Real Noroeste saiu na frente. Mas, o time dos técnicos Sérgio Perini e Cleiton Marcelino mostrou poder de reação e, com o placar de 2 a 1, combinado com o 1 a 1 da ida, avançou para as finais da competição estadual.

O Real Noroeste abriu o placar no primeiro tempo com o zagueiro Josimar, completando um cruzamento do meia Igor Santos. Na segunda etapa o Atlético virou. Primeiro com um gol do volante Ranieri e depois com o atacante Warlei.

+ Veja como foi o Tempo Real do jogo

Veja as fotos no facebook: https://www.facebook.com/antoniomarcos.souzasilva/media_set?set=a.1851072621636519&type=3

Classificado, o Atlético-ES vai enfrentar nas finais o vencedor do confronto entre Serra e Vitória-ES. O jogo de volta acontece na próxima terça-feira. De acordo com o regulamento da Copa ES, nas finais não existe nenhum tipo de vantagem. Em caso de iguladade na soma dos resultados das duas partidas, a decisão do título será nas penalidades máximas. A única questão é em relação ao mando de campo da segunda e decisiva partida.

Caso o Vitória-ES (2º colocado do Grupo B, na primeira fase) avance, a volta será no Sul do Estado. Se o Serra (1º colocado do Grupo A, na primeira fase) passar, haverá um sorteio na próxima quarta-feira, na FES, para definir o mando do jogo do título.

O jogo

Mesmo com a vantagem do empate, o Atlético foi para cima do Real e teve pelo menos duas chances de abrir o placar, mas parou na ótima atuação do goleiro Doni. Após a parada para hidratação, o panorama mudou o time de Águia Branca tomou conta do jogo. E, em um lance de bola parada, o zagueiro Jocimar fez o primeiro. O Real ainda poderia ter ido para o vestiário com uma vantagem maior, se o goleiro Leandro não tivesse evitado um gol de Gleidison, que entrou livre de marcação.

Precisando de ao menos empatar para avançar à decisão, o Atlético começou o segundo tempo jogando ainda mais no ataque, mas sem criar muitas chances. E quase o classificação escapa quando aos 15 minutos o Real teve um gol anulado. Mesmo após o susto, time da casa não criava e uma reação era cada vez mais improvável. Porém, aos 29 minutos, o volante-artilheiro Raneiri deixou tudo igual. Com o placar adverso, o Real se lançou em busca da vitória e, em um contra-ataque, o Galo matou o jogo com um gol do atacante Warlei.

Fonte: G1