Bolsonaro nega ter usado dinheiro da Câmara para vir ao ES

Postado por kitosvideolocadora@hotmail.com. Categoria: Cultura, Destaque, Dinheiro, Economia, Educação, Eleições Sul, Emprego, Entretenimento, Estado, Geral, Justiça, Nacional, Norte Capixaba, Politica, Política 2016, Região Serrana, Segurança, Sem categoria, Sul Capixaba, Vitória, Vitória-ES

Tags: , , , , , , ,

Publicado em 14 novembro, 2017 com Sem Comentários

Segundo deputado, passagens aéreas foram pagas “do próprio bolso”. Pré-candidato à Presidência da República, ele diz estar em Vitória em ato parlamentar.

Jair Bolsonaro nega ter usado dinheiro da Câmara para vir ao ES

Durante atividade promovida pela Associação de Cabos e Soldados do Estado, na tarde desta terça-feira (14), o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC) negou que tenha usado dinheiro da Câmara dos Deputados, por meio da cota parlamentar, para cumprir compromissos no Estado.

“Sou o deputado que mais devolve recursos de verba parlamentar, mas se eu quisesse estar aqui com dinheiro da cota parlamentar, seria possível, é legal. A atuação do parlamentar é em todo país. O que vou fazer nesse evento? Tratar de segurança pública. Não estou fazendo campanha, nem pré-campanha. Mas fiz questão de pagar a passagem do meu bolso como tenho feito nos últimos anos”, afirmou Bolsonaro.

‘EU NÃO SABIA’, DIZ MANATO

Na edição desta terça, o jornal A Gazeta trouxe a informação de que o deslocamento do parlamentar até o Estado seria pago com dinheiro da Câmara. A informação havia sido dada pelo deputado federal Carlos Manato (SDD), aliado de Bolsonaro e responsável por trazê-lo ao Espírito Santo.

Após a negativa do deputado e pré-candidato à Presidência da República, Manato disse ter se equivocado. “Eu não sabia que ele tinha pago do bolso dele. Ele não falou comigo isso, me disse só depois. Até então achava que fosse da cota parlamentar”.

DESPESAS

Ao longo desta terça, Bolsonaro participou de carreata entre o Aeroporto de Vitória e a Orla de Camburiencontrou-se com militares em um cerimonial em Vitória e, agora à noite, será o principal convidado em um ato público na Arena Vitória, em Bento Ferreira.

“Quem está contratando as coisas somos eu e minha esposa. Estamos bancando tudo do próprio bolso. Estamos gastando de R$ 12 mil a R$ 13 mil”, revelou Manato, em entrevista na véspera da chegada do deputado federal.

CÂMARA: REEMBOLSO PODE SER SOLICITADO

Procurada pela reportagem, a Câmara dos Deputados esclareceu que o deputado pode pagar a passagem do próprio bolso e solicitar o reembolso depois, dentro da cota parlamentar. Caso decida incluir as passagens para o Espírito Santo na cota parlamentar, Bolsonaro tem até 90 dias pra fazer isso.

Ainda de acordo com a Câmara, o parlamentar que deseja comprar passagens aéreas pelo sistema da Casa deve fazer requisição no sistema e o valor é descontado diretamente da cota. Nesse caso, a informação também não é disponibilizada imediatamente no Portal da Transparência.

Sem Comentários

Comentários de Bolsonaro nega ter usado dinheiro da Câmara para vir ao ES estão bloqueados