Cessão de servidora pode comprometer prefeitos do Sul do ES

Postado por kitosvideolocadora@hotmail.com. Categoria: Barra do Itapemirim, Campo Acima, Destaque, Dinheiro, Economia, Educação, Eleições Sul, Emprego, Escolas, Estado, Geral, Informática, Interior, Interior, Itaipava, Itapemirim, Justiça, Marataízes, Nacional, Polícia, Politica, Política 2016, Segurança, Sem categoria, Sul Capixaba, Vila de Itapemirim, Vitória, Vitória-ES

Tags: , , , , ,

Publicado em 02 novembro, 2017 com Sem Comentários

Cessão de servidora pode comprometer prefeitos do Sul do ES

O prefeito de Marataízes Robertino Batista, mais conhecido como Tininho cedeu a irmã do prefeito de Itapemirim Thiago Peçanha Lopes no dia 10 de agosto, conforme Diário Oficial abaixo, a publicação chegava a declarar que ela era professora efetiva de Marataízes; porém, há suspeitas para sobre a veracidade dessa informação.

No portal transparência da Secretaria Estadual de Educação, consta toda a informação funcional de Adriana desde 2006. Nossa reportagem pode comprovar que ela realmente é servidora do Estado, Lotada em Vitória, na Escola Aristóbulo Barbosa Leão, sendo que atualmente está de licença médica.

No portal transparência de Marataízes, Adriana aparece como servidora, mas não há informações sobre ela. Apenas no mês de agosto de 2017, uma referência ao salário. Além disso, consta que teria sido admitida em 17/09/2008.

Porém, o que chama atenção é que esse período era gestão de Toninho Bittencourt e era período pré-eleitoral (eleições municipais); portanto, não era possível nomeação de efetivos.

O assunto é um tanto quanto suspeito, diante de tanta denúncia envolvendo nepotismo no Sul do Estado. Hipóteses de nepotismo cruzado também devem ser analisadas pelo Ministério Público, pois a cada novo gestor existe uma ciranda de funcionários que são cedidos e contratados nos municípios do Litoral Sul.

Tentamos contato com as assessorias de comunicação dos dois municípios, a de Marataízes se resumiu a informar que a funcionária foi devolvida, enquanto a assessoria de Itapemirim informou que a devolução foi feita e nos enviou apenas o ofício de devolução sem responder a nenhuma pergunta feita. Vale salientar que fizemos o pedido de informação desde terça-feira passada dia 24/10.

As perguntas não respondidas foram:

Olá gostaria de ter um posicionamento sobre a cessão da funcionária pública Adriana Peçanha Lopes Barbosa.

1- Foi feito algum parecer jurídico sobre a cessão da citada por essa administração? Se sim vocês procuraram saber sobre se existe legalidade nesse processso?

2- Que órgão pagará o salário da funcionária?

3- Para finalizar gostaria de saber se houve decreto de nomeação para a mesma?

 

Confira os prints do portal da transparência

 

 

 

 

Fonte: Maratimba.com

Sem Comentários

Comentários de Cessão de servidora pode comprometer prefeitos do Sul do ES estão bloqueados