Fla vence o Inter na volta de Guerrero e segue líder do Brasileiro

Postado por kitosvideolocadora@hotmail.com. Categoria: Brasileirão, Cultura, Destaque, Economia, Emprego, Entretenimento, Esporte no Mundo, Esportes, Futebol, Geral, Internacional, Mundo, Nacional, Segurança, Sem categoria, Sul Capixaba

Tags: , , , , , , ,

Publicado em 06 maio, 2018 com Sem Comentários

Paolo Guerrero voltou e o Flamengo venceu. Uma partida que parecia fadada a terminar sem gols contou com um gol em rebote de cobrança de falta de Lucas Paquetá para mudar de perfil. Com mais um, de Everton Ribeiro, o placar foi 2 a 0 para o Fla neste domingo (06), no Maracanã, pela quarta rodada do Brasileirão. O jogo ainda teve confusão com a expulsão de William Pottker, do Inter, e terminou em ‘Olé’ da torcida rubro-negra.

Com a vitória, o Flamengo segue líder do Brasileirão. São 10 pontos conquistados. Já o Inter cai para a 11ª posição com apenas quatro pontos.

O jogo estava complicado para ambos, parecia que não sairia do 0 a 0, e num lance fortuito Lucas Paquetá decidiu. Uma falta cobrada na barreira sobrou para ele, que já havia batido. Sem alternativa, tentou o gol e aproveitou-se de Danilo Fernandes encoberto para fazer 1 a 0.

O Flamengo teve poucas chances de gol, e quando teve perdeu. O centroavante Henrique Dourado acabou desperdiçando duas conclusões e foi o primeiro substituído no jogo.

A partir dos 33 minutos do segundo tempo, o jogo foi marcado por confusão. Começou com a expulsão de William Pottker, que tentou recuperar a bola para bater um lateral rápido, discutiu com Vinícios Jr e acertou uma cabeçada no rival. Na sequência, D’Alessandro se envolve em confusão com Lucas Paquetá e depois de alguns minutos de empurrões e xingamentos,o clima normal foi retomado. Aos 41 minutos, Everton Ribeiro marcou o segundo para o Fla.

O Inter firmou duas linhas de quatro jogadores cada em frente à área e diminuiu os espaços à frente delas com Patrick e Leandro Damião. Foi vulnerável apenas no lado em que esteve D’Alessandro, cuja marcação não é ponto forte. As tentativas de saída de jogo foram repetidamente equivocadas e a pouca retenção de posse no campo de ataque não deu alternativas ao visitante. O ponto alto foi a presença de Leandro Damião, que criou as melhores chances dos gaúchos no primeiro tempo.

Com 60 mil pessoas no Maracanã, Flamengo x Inter foi o maior público do Campeonato Brasileiro até agora. O antigo dono do topo da lista era outro jogo do Fla, mas contra o Ceará, no Castelão. No dia 29 de abril foram 51.952 torcedores.

Guerrero

Paolo Guerrero voltou ao Flamengo. O peruano ficou quase sete meses afastado por doping e começou no banco de reservas. Teve o nome gritado pelos torcedores, foi celebrado quando anunciado no sistema de som e reviu a esperança que dá aos aficionados. No segundo tempo sua entrada foi pedida desde os 5 minutos. Entrou aos 13 minutos de partida e ameaçou o gol de Danilo Fernandes ao menos duas vezes.

Flamengo

Diego Alves; Rodinei, Réver, Juan e Renê; Cuéllar, Everton Ribeiro, Lucas Paquetá, Geuvânio (Jean Lucas) e Vinícius Jr.; Henrique Dourado (Paolo Guerrero).
T.: Maurício Barbieri

Inter

Danilo Fernandes; Fabiano, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Gabriel Dias (Brenner), Patrick, D’Alessandro e William Pottker; Leandro Damião (Lucca).
T.: Odair Hellmann

Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira
Auxiliares: Miguel Caetano Ribeiro e Fábio Rogério Baesteiro
Público/Renda: 55.283 pagantes/R$ 1.415.585,00
Cartões amarelos: Henrique Dourado (FLA), Cuéllar (FLA), Vinícius Jr (FLA), Lucas Paquetá (FLA), Geuvânio (FLA); Brenner (INT), Rodrigo Dourado (INT), Fabiano (INT), Victor Cuesta (INT);
Cartões vermelhos: William Pottker (INT)
Gols: Lucas Paquetá, do Flamengo, aos 25 minutos do segundo tempo; Everton Ribeiro, do Flamengo, aos 41 minutos do segundo tempo.

Sem Comentários

Comentários de Fla vence o Inter na volta de Guerrero e segue líder do Brasileiro estão bloqueados