Homem de 32 anos desaparece após mergulhar no Rio Itapemirim, no Píer da Barra, em Marataízes

Postado por kitosvideolocadora@hotmail.com. Categoria: Acidente, Afogamento, Água, Barra do Itapemirim, Cultura, Destaque, Entretenimento, Estado, Geral, Interior, Internacional, Justiça, Marataízes, Meio Ambiente, Mundo, Nacional, Polícia, Segurança, Sem categoria, Sul Capixaba, Turismo, Vitória-ES

Tags: , , , , , ,

Publicado em 28 dezembro, 2017 com Sem Comentários

Homem de 32 anos desaparece após mergulhar no Rio Itapemirim, no Píer da Barra, em Marataízes. O homem se chamava Júlio César de Moraes Pinto, 32 anos, e era morador da Barra Foto: Marcos Kito

Um homem, de 32 anos, desapareceu na tarde desta quinta-feira (28), por volta das 15h40, após mergulhar nas águas do rio Itapemirim, no Píer da Barra. O local é frequentado por muitas pessoas, que geralmente são atraídos a saborearem a tradicional peroá, peixe típico da região.

O homem se chamava Júlio César de Moraes Pinto, 32 anos, e era morador da Barra. Segundo testemunhas ele fez um mergulho no rio Itapemirim, quando submergiu e desapareceu nas águas escuras. A esposa de Júlio estava no local muito abalada com o acontecimento.

No local não havia guarda-vidas. Um guarda-vidas que trabalhava na prainha da ilha foi acionado, mas quando chegou ao local o homem já havia submergido. Familiares e amigos de Júlio pediram ao Guarda-vidas que mergulhasse a procura do homem, mas não foram atendidos. O Guarda-vidas alegou que quando chegou ao local, o homem já havia submergido, e não teria como fazer as buscas sem os equipamentos necessários para um mergulho seguro. Pescadores e mergulhadores da região tentaram encontrar o amigo, mas não tiveram sucesso nas buscas. Segundo o cunhado de Júlio César, que também mergulhou para encontrar a vítima, o Guarda-vidas não poderia fazer muita coisa sem visibilidade e sem equipamento de mergulho.

A equipes do Corpo de Bombeiros chegou ao local aproximadamente depois de quase uma hora e meia do acidente, para fazer uma nova busca. Mergulhadores do destacamento, com equipamentos de mergulho fizeram uma varredura no perímetro onde o homem submergiu, mas também não tiveram sucesso.

O local da tragédia é usado por banhistas aventureiros, que procuram as pilastras da ponte para fazer saltos e brincadeiras. Não foi o caso deste acidente. Ele era esposo de Edir Nunes da Costa, também conhecida como Edir cabelereira, que estava no local acompanhando as buscas.

As buscas foram encerradas nesta quinta-feira (28), por falta de luz natural, mas segundo os bombeiros, a operação de busca continuará amanhã a partir das 8 horas.

Sem Comentários

Comentários de Homem de 32 anos desaparece após mergulhar no Rio Itapemirim, no Píer da Barra, em Marataízes estão bloqueados