Itapemirim abandonado: Ginásio vira “cracolândia”, diz morador

Postado por kitosvideolocadora@hotmail.com. Categoria: Assalto, Campo Acima, Cultura, Destaque, Dinheiro, Economia, Emprego, Entretenimento, Esporte no Mundo, Esportes, Estado, Futebol Capixaba, Geral, Interior, Itaipava, Itapemirim, Justiça, Nacional, Polícia, Politica, Segurança, Sem categoria, Sul Capixaba, Vila de Itapemirim, Vôlei

Tags: , , , , ,

Publicado em 19 setembro, 2017 com Sem Comentários

O espaço que hoje é usado por usuários de drogas não é mais frequentado pela comunidade.

Itapemirim abandonado: Ginásio vira “cracolândia”, diz morador. O espaço que hoje é usado por usuários de drogas não é mais frequentado pela comunidade.

Construído para ser um espaço de lazer e esportes para comunidade de Retiro, na localidade de Piabanha do Norte, em Itapemirim, o Ginásio de Esportes Zitmam Leal da Silva, virou abrigo para bandidos e usuários de droga.

A denúncia é de Zitmam Gomes, morador do local. Revela que roubos e assaltos têm sido frequentes na região. “Na semana passada, eu saí para trabalhar. Quando voltei, encontrei minha casa arrombada. Levaram todos eletrodomésticos, levaram tudo”, conta.

Segundo Gomes, os moradores estão tomados pela insegurança. “A maioria dos meus vizinhos já foram assaltados. É sair de casa para ir à igreja, trabalho ou no mercado, que eles [assaltantes] invadem casas, levam moto, celular, dinheiro, levam o que tiver na frente”.

O espaço que hoje é usado por usuários de drogas não é mais frequentado pela comunidade. “Virou uma cracolândia. Eles usam drogas dia e noite, nem velório a comunidade se sente à vontade para fazer na quadra”, desabafa Gomes.

O morador conta que, por causa de sua indignação, já sofreu ameaças. “Estes dias, dois adolescentes que vendem drogas no ginásio vieram até minha casa e fizeram ameaças”.

Para Zitmam, a solução está em demolir o local que leva o nome do seu pai, ou reformar e entregar a chave ao líder comunitário. Além de aumentar o policiamento, já que o morador conta que raramente se vê uma viatura pela localidade.

Em nota, a prefeitura informou que medidas de segurança serão reforçadas na região.

Veja a nota da Prefeitura

Apesar de segurança pública ser uma competência do Estado, o município de Itapemirim vem desenvolvendo ações conjuntas com a Polícia Militar para combater o crime e a violência.

Em menos de uma semana a administração pública construiu e estruturou um novo Departamento de Polícia Militar (DPM) na região.  Nas palavras do subcomandante da 9°Cia, capitão Luciano, “algo nunca visto em 30 anos de polícia”.

Além disso o efetivo da Guarda Municipal aumentou em mais de 30%, com rondas intensas por todo município.

Nesta segunda-feira o Secretário de Defesa Social, Coronel Marcos Duarte Gazzani, instituiu o Conselho Municipal de Segurança, que, por meio do conceito de Polícia Interativa, aproxima as autoridades de segurança da comunidade.

É importante lembrar que os crimes e atos suspeitos, como furtos, roubo, tráfico ou ainda denunciação caluniosa, devem ser comunicados as autoridades competentes, uma vez que não existe registro de ocorrência policial na região em questão. De toda forma, por determinação do Coronel Gazzani, a Guarda Municipal intensificará o patrulhamento na região.

A Prefeitura Informa ainda, que está a postos, com a Guarda Municipal e Defesa Civil, para dentro dos limites de competência legal, amparar preventiva e ostensivamente os munícipes. Que rechaça, no entanto, a tentativa pueril e covarde de grupos políticos manipularem informações para práticas políticas nefastas em um município já tão sangrado pelas mazelas da corrupção e morte. Estamos construindo um Itapemirim de paz.

 

 

 

Fonte: Fato

Sem Comentários

Comentários de Itapemirim abandonado: Ginásio vira “cracolândia”, diz morador estão bloqueados