Itapemirim é a cidade mais violenta do Litoral Sul em 2017

Postado por kitosvideolocadora@hotmail.com. Categoria: Assalto, Assassinato, Campo Acima, Destaque, Drogas, Estado, Geral, Interior, Itaipava, Itapemirim, Justiça, Nacional, Polícia, Politica, Segurança, Sem categoria, Sul Capixaba, Tentativa de Homicídio, Transito, Vila de Itapemirim, Vitória, Vitória-ES

Tags: , , ,

Publicado em 21 setembro, 2017 com Sem Comentários

Itapemirim é a cidade mais violenta do Litoral Sul em 2017

Levantamento feito pelo Grupo Folha do Caparaó aponta que Itapemirim, com cerca de 34 mil habitantes, segundo estimativa do IBGE, é o município mais violento do Litoral Sul do Espírito Santo.

De janeiro até ontem foram registrados 11 homicídios no município, quatro a mais que no mesmo período do ano passado, ou seja, aumento de 57%, e dois assassinatos a mais que o ano de 2016, segundo dados da Secretaria Estadual de Segurança Públicas (Sesp) de janeiro a julho, e levantamento baseado em matérias publicadas no Aqui Notícias, nos meses de agosto e setembro de 2017. Os meses mais violentos foram fevereiro e setembro deste ano com quatro mortes cada mês.

No mapa da violência no Litoral Sul, seguem atrás de Itapemirim, os municípios de Marataízes (7 mortes), Presidente Kennedy (5 homicídios), Anchieta (3 assassinatos) e Piúma (2 homicídios).

Quando comparado a Cachoeiro de Itapemirim, cidade com cerca de 210 mil habitantes, Itapemirim ainda lidera o mapa da violência proporcionalmente. Cachoeiro registrou, este ano, 16 homicídios, cinco a mais que o município litorâneo.

Em nota, a Sesp informou que a Polícia Militar tem realizado patrulhamento ostensivo em todo o município, com planejamento que inclui a comunidade, em reuniões com lideranças e moradores no intuito de ter uma segurança participativa. “Ações de abordagens de veículos e rondas ostensivas acontecem diuturnamente. No entanto, a população pode contribuir com o trabalho da polícia, acionando o Ciodes via 190, e solicitando atendimento emergencial”, disse a nota.

Em relação à Polícia Civil, por sua vez, investiga todas as ocorrências registradas em suas delegacias. “Importante frisar que a população deve registrar as ocorrências e contribuir com informações pelo Disque-Denúncia 181. Sigilo e anonimato são garantidos”, ressalta a Sesp.

Caso de repercussão

Entre os quatro homicídios registrados este mês em Itapemirim, o que teve maior repercussão foi a morte do secretário de gerência geral do município José Mauros Sales, no dia 3, executado pela ex-diretora da Defesa Civil de Itapemirim, Carla Rogéria Ribeiro Lima, 46 anos.

Carla, que teve a prisão preventiva decretada, se entregou a polícia em Cachoeiro no último dia 15, e contou durante depoimento que os motivos que a levaram a cometer o crime se deram em razão das inúmeras situações de exposições humilhantes que sofreu por parte da vítima, que lhe imputava envolvimento em ações corruptas.

 

 

 

Fonte: Aqui Notícia

Sem Comentários

Comentários de Itapemirim é a cidade mais violenta do Litoral Sul em 2017 estão bloqueados