Itapemirim realiza 4º Oficina de Planificação da Rede Cuidar

Postado por kitosvideolocadora@hotmail.com. Categoria: Campo Acima, Cultura, Cursos, Destaque, Dinheiro, Economia, Educação, Emprego, Entretenimento, Estado, Geral, Informática, Interior, Itaipava, Itapemirim, Saúde, Segurança, Sem categoria, Sul Capixaba, Vila de Itapemirim

Tags: , , , ,

Publicado em 09 julho, 2018 com Sem Comentários

Atualmente 80% dos problemas de saúde podem ser resolvidos na atenção básica, 15% na atenção ambulatorial e 5% nos hospitais. Para que isso ocorra de fato, o município de Itapemirim por meio da Secretaria de Saúde vem reorganizando a rede de atendimento, e realizou nesta quarta e quinta-feira (4 e 5 de julho), a quarta Oficina de Planificação da readequação cuidar.

O Secretário de Saúde de Itapemirim, Júlio Cesar Carneiro fez questão de marcar presença na abertura da quarta Oficina de Planificação, onde pode conferir que profissionais apresentaram alguns resultados que obtiveram a partir das últimas planificações realizadas no município. De forma teatral, eles simularam situações vividas por eles, e puderam colocar em pratica os conhecimentos adquiridos no decorrer dessas oficinas.

Na Rede Cuidar, profissionais e agentes comunitários de saúde estão sendo qualificados para atuar de forma mais humanizada, num processo que é chamado de Planificação da atenção à saúde. A ação ocorreu no Centro de Evangelização da Igreja Católica, que fica na Vila do Itapemirim. As oficinas são realizadas uma vez por mês para cada grupo e tiveram início no mês de março e seguem até outubro.

As equipes formadas por profissionais de saúde de diversas áreas (médicos, enfermeiros, assistentes sociais, biólogos, fisioterapeutas, dentistas, agentes comunitários de saúde, agentes de endemias, recepcionistas, auxiliares de serviços, técnicos de enfermagem, motoristas, auxiliares de consultório dentário), foram divididos para participar da planificação em dois dias, para que os atendimentos nas unidades de saúde sofresse o mínimo de impacto possível, visto que a cada dia um grupo diferente de servidores participou do treinamento.

Este novo modelo está baseado na classificação de risco das famílias e da estratificação de risco dos pacientes em alto e muito alto risco, ou seja, depende qual o estado de saúde da pessoa. Uma vez feita a correta avaliação na Unidade Básica, se necessário, o paciente será encaminhado para a consulta especializada e exames. Mas não é só isso. A Unidade Básica e a Unidade de Consultas vão trabalhar juntas para acompanhar todos os passos do paciente. A comunicação entre esses dois níveis de atendimento é fundamental para que Rede Cuidar funcione e as pessoas tenham um atendimento de qualidade.

 

Sem Comentários

Comentários de Itapemirim realiza 4º Oficina de Planificação da Rede Cuidar estão bloqueados