Novidade na política Luciana quer o Máximo para o Sul e é pré-candidata a deputada estadual

Postado por kitosvideolocadora@hotmail.com. Categoria: Cultura, Destaque, Economia, Educação, Eleições Sul, Emprego, Entretenimento, Estado, Geral, Informática, Mulheres, Nacional, Politica, Política 2016, Presidente Kennedy, Segurança, Sem categoria, Sul Capixaba, Vitória, Vitória-ES

Tags: , , , , , ,

Publicado em 10 abril, 2018 com Sem Comentários

Uma mulher de luta, aceita desafio de ser pré-candidata.

Por Anilson Ferreira

Jornalista, poetisa, professora, autora do livro Rabo de Olho, Editora do Jornal Espírito Santo Notícias e colunista da Boca do Inferno, Luciana Maximo.

Uma mulher humilde, mas guerreira, que defende os interesses sociais, enaltece os jovens talentos, prestigia os artistas, da “moral” ao agroturismo, ‘briga’ contra preconceitos diversos, enche a bola da gastronomia, coloca lá em cima os empresários os empreendedores que geram oportunidades de renda, atrai turistas de praia e montanhas e outros serviços prestados a todo Litoral Sula Capixaba com as matérias promocionais. Pois esta lutadora tem nome e sobrenome Luciana Máximo, foi convidada pelo ex-governador Renato Casagrande e aceitou ser pré-candidata pelo PSB a deputada estadual. Os motivos que levaram está digamos Joana Darc (heroína francesa), ou Cleópatra (rainha egípcia), do Litoral Sul a entrar para a política, depois de mais de 20 anos de jornalismo, vamos saber em seguida.  Porém antes, devemos dizer que as mulheres devem ir à luta para levantar bandeiras, que as levem ao empodeiramento. Tendo como base estes itens, além do fato das mulheres serem maioria nas urnas, Luciana quer atingir o Máximo, conquistando uma das 30 cadeiras da Assembleia Legislativa, atendo pedidos também de vários seguimentos de lideranças de Guarapari, Anchieta, Piúma, Marataízes, Itapemirim, Presidente Kenedy, Iconha, Cachoeiro de Itapemirim, Alfredo Chaves e demais.

 

Como aconteceu o convite?

Tive convites primeiro do PV de Kennedy, depois do PRP, em seguida do PEM, depois o Podemos me assediou, porém quando recebi uma quase convocação do ex-governador Renato Casagrande, que vem aí como pré-candidato a governador, aceitei o desafiou de tentar ser deputada estadual.

 

Já foi sondada antes?

Diversas vezes, para vereadores dezenas, para prefeita umas duas e para vice-prefeita uma vez, nunca aceitei e nem divulguei.

 

Por que aceitou agora?

Por acreditar que só com mudanças, poderemos fazer melhor para todos. O palanque o Casagrande, terá um time de bons candidatos e opções de todos os níveis. Além de ser uma legenda de mãos limpas.

 

Quais suas bandeiras?

Não gosto dessa conversa de bandeira, pois no jornalismo ouvimos todas, o grito é de todos!

 

E luta em favor da mulher?

Isto pesou muito na minha decisão. Apesar das conquistas as mulheres ainda são discriminadas, assassinadas, violentadas e muito mais. Essa pauta tem de ser discutida por todos…

 

Com quem vai casar votos?

Temos muitas opções, venho de estadual, estou atenta ao mercado, para ver com qual Federal, senadores iriei caminhar.

 

Saiba mais da Luciana Maximo

Jornalista, poetisa, professora, autora do livro Rabo de Olho, Editora do Jornal Espírito Santo Notícias e colunista da Boca do Inferno, Luciana Maximo. Natural de Presidente Kennedy, formada em Letras/ Literatura, com pós em Gestão Escolar, especialização na área de jornalismo, diversas capacitações.

Luciana tem também um bom trabalho de valorizar o agronegócio, agroturismo e a agroindústria. Tem trânsito livre na cultura, defende ideias e coleciona títulos como a Comenda Zumbi dos Palmares.

É professora de Língua Portuguesa e idealizou inúmeros projetos na área educacional e cultural em diversas escolas no sul do ES.  Apoia e defende os artistas em gênero, número e grau. Simpática ao extremo, Luciana foi repórter policial na Folha do ES durante sete anos, trafega bem nas periferias e entre as elites. Anda descalça e não leva desaforo pra casa. É apelidada de Boca do Inferno, por conta da sua polêmica coluna no jornal e das poesias do Livro Rabo de Olho, onde ela vomita verdades em verso e prosa.

Valoriza jovens e defende os idosos. Para fechar, Luciana recebeu das mãos do Conegro, o Troféu Consciência Negra, na Câmara de Cachoeiro e coleciona diversos votos de louvor e moções de aplausos.

A jornalista garante que, se chegar à casa de leis estadual não terá problema algum em votar um projeto, desde que o favorecido seja a população. Defende suas ideias e não teme e nem se curva a propostas indecentes.  “Sei que muitos dizem que não vão votar em ninguém porque políticos são todos iguais. É preciso separar o joio do trigo. Eu cansei de ficar na plateia, tem de ter também gente com vergonha na cara, ética e decência na política, caso contrário, é melhor mesmo rasgar o título. Sinto vergonha do nosso Congresso, vergonha das manchetes, escândalos, corrupções. E o pior, muitos que criticam também se corrompem. Eu pretendo sim colocar meu nome à disposição, mas se não for para fazer a diferença, eu prefiro tirar meu time de campo, antes do dia 03”, afirma Luciana.

Sem Comentários

Comentários de Novidade na política Luciana quer o Máximo para o Sul e é pré-candidata a deputada estadual estão bloqueados