Vereador agride lavrador durante sessão na Câmara de Marataízes

0
22

1_sem_t__tulo-1554337A agressão foi durante a sessão da Câmara da última terça-feira (16). O vereador e o lavrador registraram boletins de ocorrência na delegacia.

Um lavrador de Marataízes, no Litoral Sul, acusou um vereador de agressão durante a sessão da Câmara da última terça-feira (16). Depois de questionar a leitura de um documento, João Batista Barbosa teria levado um empurrão de Francisco Pereira Brandão (PSC), conhecido como Loro. O vereador e o lavrador registraram boletins de ocorrência na delegacia.

De acordo com o lavrador João Batista Barbosa, a agressão aconteceu depois que ele perguntou ao presidente da Câmara de Marataízes, Ademilton Rodovalho Costa (DEM), se não ia falar sobre sua denúncia contra um servidor público do município. Segundo o lavrador, o questionamento desagradou o vereador do PSC.

“Por algum motivo, Loro, que nem é mencionado no documento, não queria que o texto fosse lido e veio me agredindo. Deu um soco no meu peito e me chamou para ir para fora brigar. Isso no meio de todos. Registrei a denúncia na delegacia. Fui denunciar e só apanhei”, conta o lavrador.

O vereador afirma apenas que foi provocado e agredido verbalmente, mas nega ter agredido o lavrador. Quem sustenta a versão é o presidente da Casa de Leis. “Loro pediu à Mesa Diretora a leitura do documento na próxima sessão. Houve a discussão e um empurrão. Agora, quem vai julgar o caso é a Justiça”, afirma Ademilton Rodovalho.

Francisco Pereira Brandão registrou queixa contra o denunciante por injúria e difamação. O delegado foi procurado pela reportagem, mas preferiu não comentar o caso.
Fonte: Gazeta Online