Atlético Itapemirim-ES garante empatam no jogo de ida das finais da Copa ES 2017 e volta a decidir no cenário do título capixaba

0
24

Em jogo muito equilibrado, times criam, mas não saem do 0 a 0 na tarde deste sábado, no Kleber Andrade.

Atlético Itapemirim-ES garante empatam no jogo de ida das finais da Copa ES 2017 e volta a decidir no cenário do título capixaba (Foto: João Brito/ESFC)

Classificados para Série D do Brasileirão 2018, Espírito Santo e Atlético Itapemirim encaram a final da Copa ES 2017em busca de mais um título e da vaga para Copa Verde. E, no jogo de ida da decisão, realizado na tarde deste sábado, no Kleber Andrade, em Cariacica, as duas equipes fizeram um jogo equilibrado e ficaram no 0 a 0.

Com o resultado do jogo de ida, quem vencer a volta fica com o título. Em caso de um novo empate, a decisão da taça será nas cobranças de pênaltis. A segunda e decisiva partida acontece no próximo sábado, às 15h, no estádio Sumaré, em Cachoeiro de Itapemirim.

O jogo

Nos primeiros 45 minutos das finais da Copa ES as duas equipes jogaram em busca do gol. O Espírito Santo chegava bem pela direita, sempre com as descidas do lateral Baiano e o Atlético aproveitava a velocidade de Chiquinhos e os erros na saída de bola do adversário. Na melhor chance da etapa inicial, Chiquinho fez uma grande jogada, tocou para Juninho finalizar e o goleiro Allan Camillato fazer uma grande defesa.

No segundo tempo, o Espírito Santo teve mais atitude de buscar o gol e logo no primeiro lance quase abriu o placar com o jovem Matheus Costa. O Atlético, por sua vez, continuou jogando nos erros do Santão, mas não chegou como na etapa inicial. Na defesa, o Galo segurou o ataque do Espírito Santo e a briga pelo título está aberta.

ESPÍRITO SANTO 0 X 0 ATLÉTICO-ES
Copa Espírito Santo 2017 (Final – jogo de ida)
Data: 07 de outubro (sábado)
Horário: 15h
Local: Kleber Andrade (Cariacica, ES)
Árbitro: José Wellington Bandeira (CBF)
Público: 550 pagantes.
Renda: R$ 6.315,00.

Espírito Santo: Allan Camillato, Baiano, Thiago Martinelli, Leandro Morais e Rafael Serrano; Ranieri, Makelele e Marcelinho; Vitinho (Rodrigo Pardal), Zé Gatinha (Matheus do Rosário) e Matheus Costa (Acerola). Técnico:Cleiton Marcelino.

Atlético-ES: Bambu, Douglas, Rhayne, Kleber Viana e Tito (Leandro Mendes); Vitor, Fabiano, Wagner Carioca e Juninho (Emerson Bacas); Chiquinho e Geraldo. Técnico: Zé Humberto.