Bola entope calha e causa alagamento no PAM de Marataízes

0
28

Os casos de urgência e emergência estão sendo encaminhados para Itapemirim. Já casos mais simples, como de vacinação, estão sendo feitos no posto de saúde do município.

Bola entope calha e causa alagamento no PAM de Marataízes

Uma bola no telhado do Pronto Atendimento ‘Dr. Anis Nasshen’ de Marataízes, causou transtornos aos moradores que buscavam atendimento nesta terça-feira (11). Por causa da chuva que atingiu o município durante a manhã, a bola desceu com a força da água e entupiu a calha, causando alagamentos no interior da unidade, que está fechada até ás 17h.

Os pacientes estão sendo encaminhados para o Hospital Evangélico de Itapemirim. De acordo com o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais, Rodrigo Cortezini, a unidade foi tomada pela água. “A água escorreu pela parede e pelos bocais de iluminação, com risco de acontecer um curto-circuito no local. Os funcionários foram verificar e disseram que uma bola estava na calha, atrapalhando o fluxo da chuva”, explica.

Os pacientes que estavam internados na unidade precisaram ser transferidos para Itapemirim. “É desumana a situação. A unidade ficou totalmente alagada. Em um pronto atendimento, a prevenção deve ser periódica. Os casos de urgência e emergência estão sendo levados para Itapemirim, e os casos mais simples, como vacinação, estão sendo feitos nos postos de saúde”, completa Rodrigo.

O secretário de Saúde de Marataízes, Erimar Lesqueves, disse que os serviços foram suspensos por segurança. “O eletricista nos orientou a desligar o relógio de energia até às 17h, já que temos aparelhos caros na unidade e para não pôr em risco os pacientes. Os pacientes estão sendo encaminhados para o Hospital Evangélico de Itapemirim, que também temos parceria, e estamos enviando os médicos para lá, para ajudar nos atendimentos”, explica.

Segundo Lesqueves, a bolsa já foi retirada da calha e não há mais riscos por causa da chuva. “Não tínhamos como prever que havia uma bola. Alguma criança brincando aqui perto jogou, e a força da chuva arrastou a bola para a calha e causou a pressão da água. No fim do dia, nosso atendimento volta ao normal”, completa o secretário.

 

 

 

Fonte: Panorama ES