CONFUSÃO NA CHAMADA DE DT’S

0
23

Por: Serrana Filetti.ESCOLA2Os professores que foram classificados no processo seletivo da Secretaria de Estado da Educação (Sedu) tiveram que esperar mais de duas horas para serem atendidos durante a chamada realizada na manhã de ontem, na Escola Estadual Monsenhor Miguel de Sanctis (Polivalente). Já na parte da tarde, teve professor que amargou mais de dez horas na fila de espera.

Um grupo de professoras das cidades de Irupi, Ibatiba e Iúna chegaram a colocar um colchonete no chão para esperar a vez de serem atendidas. “Saímos de casa às 6 horas e estamos aqui desde às 8 horas a espera da chamada. Agora já são 17h30 e ainda não fomos atendidas”, reclamou uma das professoras. Outro problema relatado pelo grupo é que apesar de terem sido classificadas no processo seletivo, isso não é garantia de conseguir a vaga. “Sei de professor que esteve na parte da manhã aqui, esperou quatro horas e quando foi chamado saiu sem conseguir a vaga”, relatou outra professora.

Enquanto uns aguardavam com ansiedade, outros respiravam aliviados. A professora Rosangela Pereira estava feliz pela vaga conseguida de uma das inscrições que fez. “Dei sorte, fui a terceira a ser chamada e consegui a vaga. Apesar disso, fiquei quase duas horas lá dentro para que eles pudessem verificar meus documentos”, lembrou.

A reportagem da Folha do Caparaó entrou em contato com a Assessoria de Comunicação da Sedu para saber qual avaliação foi feita em relação a organização da chamada dos DTse qual o motivo da demora em atender os professores, mas até o fechamento da edição, não foi possível localizar o responsável pelas informações.

 

Fonte: AQUIES