Sepultamento do ex-prefeito de Anchieta, Edival Petri, será em Alto Pongal

0
24
Edival Petri foi prefeito de Anchieta por três mandatos. Foto: Divulgação
Edival Petri foi prefeito de Anchieta por três mandatos. Foto: Divulgação

Edival Petri morreu no início da noite desta quarta-feira (23), em Vitória, quando seu estado de saúde se agravou. Ele estava com 61 anos e tratava um caso raro de câncer no sangue.

O velório do ex-prefeito de Anchieta, Edival Petri, será na quadra da Vila Olímpica, no centro de Anchieta, mas, segundo os familiares, o sepultamento será na comunidade de Alto Pongal, local onde o político nasceu.

Edival Petri morreu no início da noite desta quarta-feira (23), em Vitória, quando seu estado de saúde se agravou. Ele estava com 61 anos e tratava um caso raro de câncer no sangue. Devido à baixa imunidade de seu organismo, adquirida após realizar uma cirurgia no mês de maio, o quadro da doença avançou para uma leucemia.

Edival Petri foi prefeito por três mandatos em Anchieta e há poucos dias se filiou ao PMDB, sigla que representaria na disputa do próximo pleito ao Executivo daquele balneário.

Marcus Assad, atual prefeito de Anchieta, decretou luto oficial de três dias no município.